Silêncio

quarta-feira, 24 de junho de 2009


Violo meu silêncio com acorde diminuto
Feio, triste e delirante...
Breve momento de atmosfera dissonante
Seguido novamente de silêncio absoluto.

O seu canto aveludado eu ainda escuto
Suave, doce e acariciante...
E mesmo que por alguém eu me encante
Cantarei apenas um silêncio de quase luto.

7 surtos poéticos/patéticos:

Liv disse...

Nem mais nem menos estrofes do que devia ter. Simplesmente amei x)

nahaarii disse...

MICHAEL JACKONS, APOOOSTO.

Gabriela disse...

nem mais nem menos mesmo .

parabens ma, eu adorei *.*

Selma Demiciano disse...

Lindo meu anjo!

Visivelmente pequeno, mas com um conteúdo imenso!!!!
Parabéns!
Beij♥s

PS. Se você ainda não visitar meu espaço, considere-se convidado... vou adorar te receber!

Selma Demiciano disse...

Que lindo você é...
Fiquei feliz demais com sua visita e desta vez assinou meu livro de presença!
Você viu que num dos post (PRESENTES ESPECIAIS) tem uma indicação do seu blog?
É que ganhei um selo denominado CARPE DIEM, e eu deveria indicar 10 blogs que considero os melhores da minha coleção... e você não poderia ficar de fora!
Beij♥s querido.

Eu disse...

digno de um poeta =]

Anônimo disse...

e esse silêncio por acaso estaria sendo acompanhado por um lindo violão de uma pessoa a qual se encontra muito distante e que consequentemente não pode tocar esse suposto "G" com você?